REMUNERAÇÃO DOS ESTATÍSTICOS

Conselho Regional de Estatística da 4ª Região - PR/SC/RS

O estatístico não tem piso salarial estipulado. A entidade que deve lutar pela melhoria das condições de trabalho, seja salarial, seja no plano de carreira, é o sindicato. No nosso caso, temos apenas um operante: Sindicato dos Estatí­sticos do Município do Rio de Janeiro (SINDEST), por isso, o estado do Rio de Janeiro é o único que tem um piso estabelecido por lei. Para 2018 piso foi definido pela LEI ESTADUAL 7898 de 07/03/2018, válida até que haja um novo texto substitutivo, e está em R$ 3.044,78 (estatístico) e R$ 1.325,31 (técnico estatístico).

Não há nenhuma pesquisa formal realizada para analisar a remuneração praticada no Brasil para o estatístico (independentemente do nome do cargo ocupado). O CAGED, por exemplo, fornece dados relativos a profissionais registrados como "Estatístico", o que não condiz com praticamente todos os bacharéis contratados no mercado de trabalho. Há também muito receio de se fornecer o valor do salário, assim, ficamos com dados que, de alguma forma, conseguimos levantar no mercado privado.

Para melhorar a valorização de nossos profissionais no mercado de trabalho, é necessário que haja um esforço conjunto entre universidades formadoras de estatísticos, CONREs e os próprios estatísticos para que os salários sigam melhorando, realizando campanhas de divulgação e fortalecimento da nossa profissão.

 

NOSSO ENDEREÇO

Endereço: R. Mal. Floriano Peixoto, 38 - Sala 901 - Centro Histórico, Porto Alegre - RS, 90020-060

Contato:
Telefone: (51) 3212-1377

E-mail: conre4@conre4.org.br
 

Horário de Funcionamento:

De segunda a quinta, das 9h às 14h45
Às Sextas, das 12h às 14h45

  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn ícone social
selo-acesso-info.png

CONRE4 - Conselho Regional de Estatística - 4ª Região © Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Gabriel Afonso Marchesi Lopes